1)Parque Lage
Que tal passar uma tarde relaxante sob o “sovaco do Cristo”? Assim é chamado pelos locais o Parque Lage devido à sua localização bem debaixo do braço direito da estátua do Cristo Redentor. O ar refrescante que vem da Floresta da Tijuca propicia uma ambiente super tranquilo, e fazem desses belos jardins um espaço perfeito para um piquenique. No interior da bela mansão no local, há ainda um café e uma escola de arte.
Parque_Lage_19

2)Biblioteca Nacional
Maior biblioteca da América Latina é uma das principais do mundo, segundo a Unesco. O acervo da Biblioteca conta com cerca de nove milhões de itens, entre livros, documentos, estampas, entre outros. Com história que remonta ao século XIX, quando chegou de Portugal o primeiro acervo, a biblioteca foi adquirida pelo Brasil em 1825 e passou por algumas mudanças de local. O atual prédio foi inaugurado em 1910, com estilo que mistura neoclássico e art nouveau. A Biblioteca Nacional pode ser visitada de segunda a sexta, das 9h às 17h, e também há a possibilidade de visitas guiadas em inglês.

sala-de-leitura-obras-raras-divulgac3a7c3a3o-fbn

3)Lapa
Considerados a obra de maior porte empreendida no Brasil durante o período colonial antigo, o Aqueduto da Carioca, conhecido como Arcos da Lapa, tem estrutura em pedra argamassada, apresenta estilo românico, caiada, possui 42 arcos duplos e óculos na parte superior. O conjunto arquitetônico abriga os Arcos da Lapa, o Passeio Público, a Escola Nacional de Música e a Igreja de Nossa Senhora da Lapa. Além disso, o turista pode escolher entre diversas atrações culturais e gastronômicas do bairro boêmio.
As sextas-feiras o local lota!
onde-divertir-rio-de-janeiro-lapa

4)Theatro Municipal
Theatro Municipal chama atenção não só pela concepção arquitetônica como também pela imponência de sua fachada e a beleza de seu interior. A capacidade do teatro é de 2,2 mil pessoas, e a programação pode ser conferida no site.
Theatro Municipal (12)

5)Escadaria Selarón
Para a maioria das pessoas, um punhado de degraus nada mais são que a maneira de ir de um lugar para o outro. Mas para Jorge Selarón, os degraus em frente à sua casa serviram quase como uma tela em branco. Até sua morte em 2013, o excêntrico artista chileno gastou mais de 20 anos decorando a escadaria com milhares de ladrilhos.
O resultado foi nada menos que espetacular – uma combustão de vermelho e amarelo espalhados em mais de 250 degraus que unem os bairros da Glória e Santa Teresa. De tão emblemática que é para o Rio de Janeiro, a Escadaria Selarón ganhou destaque nos vídeos promocionais tanto para a Copa do Mundo quanto para os Jogos Olímpicos do Brasil.
Escadaria-Selaron-2

6)Maracanã
O epicentro de um país apaixonado pelo futebol, o Maracanã é nada menos que o maior estádio do mundo. Construído para a Copa do Mundo de 1950, o estádio sediou um jogo para quase 200.000 espectadores na época.
rio4

7)Parque das Ruínas
Situado no ponto mais alto de Santa Teresa, o Parque das Ruínas sediou a mansão de Laurinda Santos Lobo, a grande mecenas da Belle Époque carioca – que reunia os principais artistas e intelectuais do Rio – e hoje abriga um centro cultural e parque público dos mais charmosos da cidade.
parque-das-ruínas

8)Cristo Redentor
ma das sete novas maravilhas do mundo, o monumento do Cristo Redentor foi inaugurado em 1931, no alto do Morro do Corcovado, na Floresta da Tijuca. A escultura tem 38 metros de altura, além dos 710 metros do Morro do Corcovado e 29,6 metros de envergadura. O Cristo Redentor, feito em concreto armado e pedra sabão, foi projetado pelo engenheiro Heitor da Silva Costa e pelo pintor Carlos Oswald e esculpido pelo francês Paul Landowski, com a ajuda do engenheiro calculista Albert Caquot. A obra de instalação no alto do morro, iniciada em 1926, durou cinco anos.
cristo-redentor

9)Pão de Açúcar
O Morro da Urca é a primeira parada. Não deixe de pegar novamente o bondinho (dessa vez não tem trilha) e ir até a segunda e última parada: o Morro do Pão de Açúcar, que tem 600 milhões de anos.
morro-da-urca-pao-de-acucar-foto-alexandre-macieira-riotur

10)Copacabana
A praia mais famosa do Brasil e talvez uma das mais famosas do mundo.
Uma caminhada pelo calçadão e uma paradinha para a água de coco são básicas, mas não deixe de conferir os extremos da praia: o Mirante do Leme, no canto esquerdo, e o Forte de Copacabana, no canto direito.
Praia_de_Copacabana_-_Rio_de_Janeiro,_Brasil

11)Ipanema
A praia de Ipanema, eternizada na música “Garota de Ipanema”, de Vinícius de Moraes e Antônio Carlos Jobim, é um dos principais cartões-postais da cidade. Sofisticado e com uma intensa vida noturna, o bairro é repleto de bares e lojas comerciais. Atração permanente durante o dia, a praia também recebe um grande número de frequentadores durante a noite, para praticar esportes, caminhar ou relaxar nos quiosques.
ipanema-1-

12)Arpoador
No cantinho esquerdo da praia de Ipanema fica o Arpoador, onde o pôr do sol vira espetáculo e todo mundo se reúne para assistir. Quando o sol se põe, todo mundo bate palmas. Quer coisa melhor?
arpoador_2

13)Confeitaria Colombo
Ir ao Rio e não visitar a Confeitaria Colombo é como ir a Buenos Aires e não conferir o Café Tortoni. Cercado de história e de beleza, esse lugar é um dos meus preferidos no centro e um dos pontos turísticos do Rio de Janeiro mais repletos de história.
00d4c4e6f6ce0228373f6863bf2087d8_featured_v2

14)Jardim Botânico
O Jardim Botânico é um desses lugares que merece a sua atenção e seu tempo. Quem diria que você pode encontrar paz e tranquilidade em um dos mais famosos pontos turísticos do Rio de Janeiro.
Dedique algumas horas para explorar o parque, que possui vários recantos interessantes, como o Jardim Sensorial, a Cascata, a Gruta, o Lago da Vitória Régia, o Jardim Mexicano e o Jardim Japonês.
jardim-botânico

Comments

comments